sexta-feira, 20 de março de 2020

Com Contas Julgadas Irregulares no TCU, Nilton Figueiredo terá que devolver quase 900 mil reais aos cofres públicos; as informações oficiais são do TCE/RN.


Conforme informamos recentemente, e provamos com imagem, que o ex-prefeito Nilton Figueiredo consta na lista de ex-gestores com Contas Julgadas Irregulares junto ao Tribunal de Constas da União (TCU), relembre neste link: AQUI, o que, certamente, garantirá a permanência de seu nome no quadro de políticos inelegíveis, embora alguns puxa-sacos afirmem que ele poderá insistir na tese de uma pré-candidatura sub judice (a qual denominamos de "natimorta", devido as remotas chances de êxito na esfera jurídica), eis que em uma rápida consulta ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) encontramos novas informações.

Trata-se de uma enorme quantidade de processos, detalhe; já Transitados em Julgado no TCE/RN, dando conta que o médico Nilton Figueiredo, entre condenações relacionadas ao Ressarcimento aos Cofres Públicos da Prefeitura de Pau dos Ferros e Multas que deverão ser quitadas junto ao referido órgão fiscalizador, o ex-prefeito terá que pagar: 843.375,45 (oitocentos e quarenta e três mil, trezentos e setenta e cinco reais e quarenta e cinco centavos), ou seja, quase 900 mil reais (beirando um milhão).

R$ 721.968,04 de ressarcimento aos cofres da Prefeitura de Pau dos Ferros

R$ 121.407,41 de multas devidas ao TCE/RN 

                                Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.

Apesar de todas essas complicações jurídicas, Dr. Nilton segue firme em entrevistas e conversas de calçada afirmando que será candidato, o que entendo ser uma estratégia do "Velho Figueiredo" para tentar segurar o que resta de seu espólio eleitoral do seu clã político familiar, segundo dizem, negociado caríssimo a cada eleição estadual, algo que duvido muito quanto aos valores ditos nas esquinas.

Resta-nos saber a quem interessaria orientar Nilton Figueiredo a persistir, na maior "tranquilidade", em propagar sua pré-candidatura "natimorta" e, consequentemente, embolar o jogo eleitoral com uma enxurrada de pré-candidatos da oposição, sendo que, pelo menos a do ex-prefeito é a menos viável do ponto de vista jurídico.

Estaria o clã Figueiredo jogando ou enrolando, mais uma vez, a população com uma "pré-candidatura Fake" e, novamente, irá apresentar um outro candidato que realmente deverá registrar sua postulação?

Não duvido, até porque, isso já aconteceu em pleitos anteriores, inclusive levando o grupo "niltista" a derrotas fragorosas, desde o ano de 2004.

Aguardemos para ver até onde vai essa história...

 Clique na imagem para visualizar em tamanho maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário