sexta-feira, 14 de maio de 2021

Chuvas em abril ficaram 32,7% abaixo do esperado no Rio Grande do Norte

 

Regiões Oeste e Seridó registraram maiores volumes no período


As chuvas no mês de abril de 2021 ficaram 32,7% abaixo do normal no Rio Grande do Norte. É o que aponta a análise das condições climáticas observadas pela unidade instrumental de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN).


Os volumes acumulados ficaram abaixo de 200 milímetros (mm) em praticamente todo a região Oeste do Estado, chegando perto de 300mm entre as Microrregiões da Chapada do Apodi, Médio Oeste e Alto Oeste. Já na faixa litorânea leste os volumes variaram entre 100mm e 200mm e abaixo de 50mm no Agreste (Região da Borborema, Trairi, Angicos, Mato Grande até a Microrregião de Macau).


“As chuvas ocorridas durante o mês de abril de 2021 no Estado foram ocasionadas pela atuação do sistema Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e por restos de um Sistema Frontal (Frente Fria -FF), que atuaram principalmente durante a segunda quinzena do mês, favorecendo as chuvas nas regiões do Seridó, Vale do Assú, Médio Oeste e Alto Oeste”, explicou o chefe da unidade, Gilmar Bristot.


Para os próximos meses, com o fim do período chuvoso no interior, Bristot analisa como favoráveis as condições para ocorrência de chuvas nas regiões agreste e leste devido, entre outras condições, a tendência de resfriamento do oceano pacífico e o aquecimento das águas superficiais do oceano atlântico. “Para os meses de maio, junho e julho de 2021, a tendência é que as chuvas comecem a diminuir a partir da segunda quinzena de maio no interior do Estado e tenha início o período chuvoso do Leste do Nordeste com previsão de chuvas em torno da normal”, disse.


Volumes de chuva previstos para os meses de maio, junho, julho e agosto:


Messoregião* Chuva (mm) Maio/21 Chuva (mm) Junho/21 Chuva (mm) Julho/21 Chuva (mm) Agosto/21

Oeste 101,4 46,5 27,4 7,4

Central 71,5 34,7 26,9 8,0

Agreste 91,0 93,8 81,7 34,2

Leste 171,1 211,8 176,8 79,2

*Classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)


GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DO RN- EMPARN

Nenhum comentário:

Postar um comentário